As feras – Os animais mais perigosos do mundo

Quais os animais mais perigosos do mundo?

Não faz muito tempo, um australiano morreu após ser atacado por um crocodilo.

Crocodilos são animais perigosos, estima-se que eles provoquem mil mortes por ano.

Mas a criatura mais perigosa do mundo, ano após ano, é… o mosquito.

Confira abaixo a lista dos animais mais perigosos do mundo.

Mosquitos

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 725 mil pessoas morrem todos os anos por doenças transmitidas pelos mosquitos.
Somente a malária afeta 200 milhões no mundo todo, das quais 600 mil morrem.
Mosquitos também transmitem a dengue, a chikungunya, o vírus da zika, a febre amarela e a encefalite (inchaço e inflamação do cérebro).
O grande número de mosquitos potencializa o risco causado a seres humanos. Diferentemente de muitas outras criaturas perigosas, eles podem ser encontrados em praticamente todas as partes do mundo em diferentes épocas do ano.
No auge do período reprodutivo, os mosquitos ultrapassam, em número, qualquer outro animal, exceto pelas formigas e pelos cupins.

Cobras

Estima-se que as cobras matem por ano cerca de 50 mil pessoas. A mais venenosa do mundo é a Taipan.
Seu veneno é altamente tóxico e pode matar um ser humano em menos de 45 minutos. Mais de 80% dos picados morrem.
Mas ela não é a mais letal, porque raramente pica humanos.
A Echis (um tipo de serpente) não está entre as dez cobras mais venenosas do mundo ─ apenas 10% de suas vítimas morrem ─ mas, como vive perto de áreas habitadas, pica rápido e com frequência.
Estima-se que o réptil mate cerca de 5 mil pessoas por ano ─ mais do que qualquer outro tipo de cobra.
A Taipan é nativa da região central da Austrália, enquanto a Echis pode ser encontrada em Paquistão, Sri Lanka, partes do Oriente Médio e da África, ao norte do Equador.
As espécies do gênero Krait, também entre as mais letais do mundo, habitam o leste da Ásia.

Cachorros

Melhor amigo do homem? Pense duas vezes.
Cachorros com raiva são responsáveis pela morte de 25 mil pessoas por ano. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), em países onde os cães comumente transmitem raiva, eles estão envolvidos em 99% dos casos da doença.
Países com o maior número de vira-latas, incluindo a Índia, são os mais afetados.
Segundo a OMS, aproximadamente 36% das mortes por raiva no mundo ─ 20 mil das cerca de 55 mil ─ ocorrem na Índia todos os anos, muitas das quais quando crianças entram em contato com cachorros infectados.
Morrer por causa da mordida de um cachorro é muito mais raro.
Não há dados oficiais sobre isso, mas de todas as 4,5 milhões de mordidas de cachorro que acontecem todos os anos nos Estados Unidos, apenas 30 resultam em mortes.

Mosca Tsé-Tsé

Parecida em tamanho e aparência com a típica mosca de frutas, a mosca de Tsé-Tsé é extremamente letal.
O inseto usa uma grande tromba para picar animais vertebrados, incluindo humanos, e se alimentar de seu sangue.
A mosca de Tsé-Tsé transmite a tripanossomíase africana, ou doença do sono, que causa febres, enxaquecas e dores nas articulações, seguidas de vômitos, inchaço do cérebro e problemas para dormir.
Estima-se que entre 20 mil e 30 mil pessoas são infectadas todos os anos, a grande maioria na África subsaariana.
Desse total, 10 mil morrem da doença.

Crocodilos

Crocodilos não necessariamente caçam humanos, mas eles são predadores oportunistas.
Na África, de todos os ataques de crocodilos, entre 30% a 50% são fatais, dependendo da espécie.
Muitos acontecem em pequenas comunidades e ficam fora das estatísticas oficiais.
Ao redor do mundo, estima-se que os crocodilos matem cerca de 1 mil pessoas por ano, muito mais do que tubarões.

Hipopótamo

O hipopótamo é o mamífero terrestre mais mortal do mundo, matando cerca de 500 pessoas por ano na África.
São também criaturas agressivas, com dentes afiados.
Pesando em média 2.750 quilos, eles podem esmagar um ser humano até a morte.

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades