Biológicos e adotados

Racismo é algo que se aprende | Não existe diferença entre filhos biológicos e adotados

Nesse projeto emocionante chamado Barely Different, fotógrafa e mãe Anna Larson capta imagens de suas duas filhas pequenas para mostrar que o amor não tem fronteiras.
Anna tem três filhos, dois dos quais são biológicos e uma adotada na Etiópia há cinco anos

O projeto começou dois anos atrás (na época não tinha a conotação atual), quando ela começos a tirar fotos de duas de suas filhas, Semenesh e Haven, Anna percebeu o amor puro, real sem nenhum preconceito.
“Elas têm uma conexão maravilhosa e brincam juntas a todo tempo possível, embora haja algumas vezes algumas discussões, a grande maioria do tempo é gasto em um profundo jogo imaginário.”

Não é a cor da pele que nos faz diferente, é a falta de união entre nós.”

O projeto é maior mostra que racismo é algo que se aprende e não nasce conosco e que apesar das diferenças, somos todos iguais e também que existindo a amor não existe diferença entre filhos biológicos e adotados.
Biológicos e adotados, Biológicos, adotados, Barely Different, adoção, racismo, preconceito, Anna Larson, cor da pele 6

Biológicos e adotados, Biológicos, adotados, Barely Different, adoção, racismo, preconceito, Anna Larson, cor da pele 5

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades