Carreiras à prova de crise II

Nenhum setor está imune à crise e o mercado de trabalho.

No entanto, algumas áreas e carreiras estão sofrendo menos os efeitos da retração da economia.
Áreas como tecnologia, mercado financeiro, farmacêutico e o agronegócio são os segmentos menos afetados pela crise.
Em relação às atividades profissionais, posições ligadas à redução de custos, ganho de qualidade eficiência em estruturas, processos e procedimentos são mais valorizadas em cenários menos positivos para a economia.

Analista ou supervisor de custos

O que faz?
Promove ou gerencia a otimização de processos internos e a redução de custos da empresa.
Por que sobrevive à crise? A área de finanças faz toda a diferença em tempos de cinto apertado.
Um profissional que corta gastos é alguém de quem nenhum empregador vai abrir mão neste momento.

Profissional de vendas e novos negócios

O que faz?
Expõe a empresa e seus produtos ao mercado e gera receita com o fechamento de novos negócios, já que faz a prospecção de novos clientes.
Por que sobrevive à crise? Como está na linha de frente, esse profissional é bem-vindo em qualquer momento.
Num momento de crise, mais ainda. Afinal, um bom “vendedor” consegue alavancar os negócios da empresa a ponto de mantê-la viva mesmo num cenário instável.
Em momentos de crise, principalmente na indústria, além do conhecimento técnico, o perfil comportamental é crucial e decisivo em contratações – pró atividade, perfil consultivo, motivador e liderança são algumas das características mais demandadas.

Profissional de gestão da mudança ou “turn around”

O que faz?
É responsável por trazer mudanças impactantes em áreas estratégicas, como RH ou finanças. Mais do que uma área, trata-se de uma especialização de alguns profissionais.
Por que sobrevive à crise? A crise econômica muitas vezes força a necessidade de mudar a cultura, o perfil dos funcionários ou até modelo de negócio de uma empresa. Um profissional capaz de fazer essa manobra “salvadora” é muito procurado pelos empregadores.

Profissional de saúde preventiva e terapêutica

(médico, enfermeiro, fisioterapeuta, psicólogo)
O que fazem?
São responsáveis pela promoção da saúde humana em suas diversas especialidades.
Por que sobrevivem à crise? Tanto a área de saúde preventiva quanto a terapêutica continuam em alta.
A população do Brasil está envelhecendo e cada vez mais pessoas adoecem e demandam cuidados especiais, faltam médicos.

Profissional de p&d (pesquisa e desenvolvimento)

O que faz?
Investiga tecnologias de inovação aplicadas a produtos e serviços.
Por que sobrevive à crise? A preocupação das empresas com a escassez de insumos na crise faz com que elas busquem soluções tecnológicas.
Profissionais capacitados a atendê-las nesse sentido estão sendo muito procurados.

Coordenador ou gerente de qualidade/ssma

(saúde, segurança e meio ambiente)
O que faz?
Planeja, executa e delega ações para cumprir exigências ambientais, prevenir acidentes e garantir a saúde dos funcionários de uma empresa.
Por que sobrevive à crise? A preocupação das empresas com a área de SSMA aumentou consideravelmente nos últimos anos, além de cumprir a lei, elas também precisam cuidar disso para não prejudicar sua reputação e, consequentemente, o seu lucro.
A valorização do profissional da área também tem a ver com a sua escassez: Ainda há poucas pessoas com formação específica na área e com um bom nível de inglês.

Gerente ou diretor de s&op

(planejamento de vendas e operações)
O que faz?
Elimina os gargalos da produção, planeja a estratégia de vendas e faz a interface com o planejamento logístico da empresa.
Por que sobrevive à crise? Na crise, a área se torna estratégica para reduzir custos.
Quando falta alinhamento entre logística e comercial, o estoque se degrada ou é depreciado, o que traz muitos prejuízos.

Consultor de shipping ou exportação

O que faz?
Orienta as diversas fases do processo de exportação, como a burocracia alfandegária, a logística e o relacionamento com as empresas de transporte.
Por que sobrevive à crise? A alta do dólar beneficiou diversos segmentos, como o de exportação de borracha e de grãos.
Além da valorização da área, faltam profissionais da área com pensamento estratégico e domínio de inglês.

financeiro" href="http://www.iexe.com.br/setup.asp" target="_blank">finançasdicasfinanças-gastos-financeiro-pessoal-controle-pessoal-despesas-receita-variáveis-Controle-financeirodicasdicas-financeirasdinheiroeconomizareconomizar-dinheirofinanceiras-3.gif" alt="Carreiras, crise, mercado de trabalho, mercado, trabalho, Controller, gerente, auditoria, Gerente de risco, Profissional, planejamento, Gestor, tesouraria, negócio, receita, despeza, profissionais, custos, Controle financeiro"/>

Frango ao creme de milho
Emagrecer: Qual o limite?
Acessorios Brincos Machucar Mulheres Saltos Alto Sapatos Calca Coccix Curvas 1
Dicas para não sofrer mais com aces ...
Cama Crianças Dormirem Quartos Pais Homem Mulher Hábito 1
Cama do casal – filhos dormire ...
Dieta Abacaxi Comida Corpo Frutas Café Propriedades Quilos Iogurte 3
Dieta de abacaxi para perder até 5 ...
Perderpeso Dietas Melhores 2019 Alimentar Integrais Vegetais Saudável Reduzir
Ranking das Melhores Dietas de 2019
País Conviver Costumes Estranhando Estranhos Solidariedade Eua
Coisas que assustam na primeira visi ...
Empreendedor Liderança Filme Inspiração Filmes Superação Inteligência Determinação2
Filmes que todo empreendedor deve as ...
Processed With Vsco With Hb1 Preset
Dicas na escolha da academia
Inspiração Empreendedor Negócio Empresários Persistência Empresarial Fornecedores Concorrência4
O que é preciso para empreender no ...
Supermercado Produtos Variedade Racismo Clientes Etnico3
Consciência sobre o racismo
Saúde Dormir Vida Insônia Natural Insônia Remédios Sonhos 1
Insônia – Durma em 60 segundo ...

Combustível,
mês passado
gastou quanto?