CNH-e – A carteira de habilitação digital

A partir de 2018, a CNH-e, a carteira de habilitação digital será uma versão do documento com o mesmo valor jurídico da CNH impressa.

Motoristas poderão apresentar a carteira de habilitação nacional pelo celular.

Sempre que um motorista precisar apresentar a carteira de habilitação, ele poderá optar entre a versão tradicional impressa ou a versão digital do documento, por meio de um app específico, que ainda será liberado.

O ministério afirma que será aplicada uma série de padrões técnicos com sistema de criptografia para evitar fraudes.
Haverá ainda um certificado digital para assegurar a validade do documento certificado que já existe nas CNHs impressas emitidas há pouco tempo, que possuem um QR Code no verso.

CNH-e – A carteira de habilitação digital
CNH-e – A carteira de habilitação digital
CNH-e – A carteira de habilitação digital

É por meio desse QR Code que os agentes de trânsito irão consultar os dados do documento, por meio de outro aplicativo para smartphone, que ainda está sendo testado.

Como emitir a CNH-e

A emissão da CNH-e não será automática, pelo menos no começo de sua existência, e será preciso seguir alguns passos para obtê-la:

Primeiro, o motorista realizará o cadastro no Portal de Serviço do Denatran com o uso de um certificado digital.
Se o computador ou navegador não forem compatíveis com o certificado, será possível realizar o cadastro comparecendo a um posto do Detran.

Depois, um link de ativação será enviado para o email cadastrado.
Em seguida, o motorista deverá realizar o login pelo aparelho onde deseja ter sua CNH digital e então criar um PIN para armazenar os documentos com segurança.
Será preciso inserir esse PIN sempre que for visualizar os documentos.

Se o aparelho for perdido ou roubado, o usuário deverá acessar o Portal de serviços do Denatran com o certificado digital e solicitar o bloqueio da CNH-e.

O documento físico não será deixado de lado e continuará sendo emitido normalmente pelo órgão.

Próximo Post

Anterior Post