Como identificar carne estragada

Como reconhecer a qualidade das carnes de boi, porco ou frango.

Algumas medidas podem ser tomadas para tentar se proteger.

Olhar o prazo de validade é o primeiro passo.

Como saber se a carne está estragada?

Pela cor

As carnes bovinas precisam ter um tom avermelhado.
Já as de porco devem ter um leve cheiro de sangue e estar rosadas (não em tom vermelho escuro ou sem cor, por exemplo).
Já o frango, se estiver com a superfície descolorada, amarelada ou com textura viscosa, é um bom indício de que ela deve ir para o lixo.

Se a carne estiver amarelada, esverdeada ou cinza, não tenha dúvidas: Está estragada.
Essas cores indicam que ela tem mofos e bactérias se formando.

Pela textura

Tocar a carne é outra forma de saber se ela está boa ou não para o consumo.
Quando está passada, ela possui uma textura viscosa, um pouco escorregadia, demonstrando um sinal de que as bactérias já se proliferaram.

O frango é mais particular, ele pode ser considerado uma espécie de bomba-relógio da cozinha.
Estraga em cerca de 48 horas, quando conservado cru na geladeira, e seis meses quando congelado.
Atente-se para esses prazos e não consuma após ultrapassá-los.

Pelo cheiro

Outra forma mais fácil de saber se a carne realmente está estragada é pelo cheiro.
Nosso olfato nunca nos engana em relação ao cheiro de comida estragada.
Se a mesma estiver com cheiro de mofo ou algum odor desagradável, passe longe.

Comer carne estragada: quais os riscos?

Carnes estragadas podem transmitir diversas doenças, como salmonela e a bactéria E.coli, que podem gerar problemas como intoxicações alimentares graves.

Se a carne for de má qualidade ou estiver estragada, e tiver sido mascarada com ácido ascórbico (vitamina C), em excesso, ela pode causar uma sobrecarga renal, favorecendo a formação de cálculos renais, e em casos extremos, levar ao câncer.

Postado: 2 anos / Visualizado: 33

Combustível,
mês passado
gastou quanto?