Como lidar com a demência nos cães

Muitos cães mais velhos sofrem de demência, mas não é uma sentença de morte

Assim como as pessoas, os cães com idade avançada, tendem a se tornar esquecido.

Mas quando não é apenas o fator idade avançada, é algo mais?

Cães idosos são susceptíveis a demência canina, que é muito semelhante à da demência em humanos.
A demência também é referida como disfunção cognitiva canina (CCD).
É a terceira principal causa de eutanásia, e afeta mais de 7 milhões de cães acima de 10 anos.

Conheça os sinais

A demência canina é uma deterioração relacionada com a idade e das habilidades cognitivas caracterizadas por mudanças comportamentais que incluem desorientação, perambular sem rumo, olhar para o nada, diminuição da capacidade de resposta aos membros da família, confusão e sono excessivo.

Alguns cães sentam e olham para as paredes por horas.

Qualquer um dos sintomas acima pode ser um sinal de demência canina, embora estes sintomas isoladamente pode ser, por vezes, sintomas de outras doenças ou desordens mentais.
Leve o cão ao veterinário se ele estiver exibindo algum dos sintomas de demência canina.

Não há testes para diagnosticar a demência em caninos.
É um diagnóstico de exclusão.
Normalmente, a idade, a história e os sinais são adequados na avaliação.
O veterinário deverá fazer o diagnóstico por exclusão de outros problemas que causam sintomas semelhantes.

O meu cão esta em risco?

Não há raças de cães com risco maior de demência canina do que outras raças.
A demência pode afetar qualquer cão, independentemente do sexo ou raça.

O maior fator de risco para demência canina é simplesmente idade.

A demência pode afetar uma média de 50 por cento dos cães com cerca de 10 anos de idade ou mais, e depois de 15 anos de idade, 68 por cento dos cães mostram pelo menos um dos sinais acima citados.

Tratamento e prevenção

Você pode reduzir o risco do seu cão da demência canina, fazendo escolhas inteligentes de saúde para ele no início da vida.
A melhor maneira de prevenir ou retardar o aparecimento da demência canina está com uma vitamina antioxidante, suplementos minerais, exercício diário e uma dieta equilibrada – assim como com nós seres humanos.

É sentença de morte?

Se o seu cão foi diagnosticado com demência canina, tenha em mente que não é uma sentença de morte.
Existem muitos tratamentos para a demência canina, com alguns medicamentos há uma taxa de sucesso de 77% na redução dos sintomas em menos de 30 dias.
Existem também medicamentos naturais que podem melhorar a cognição em cães que sofrem de demência.


Quando você adota um vira-lata, você adota uma raça única.

demência nos cães-demência canina-demência-cães-eutanásia-desorientação-diagnóstico-cão-prevenção-morte 4

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades