Dicas do verdadeiro churrasco gaúcho

O churrasco é quase uma unanimidade nacional é uma forma de se deliciar com comida de qualidade e também reunir os amigos.

Carne, carvão em brasa, espetos, grelha e sal grosso.
Mas, ao fatiar e provar a carne, vem a sensação de que ela não está igual àquela da churrascaria.

O verdadeiro churrasco gaúcho

Veja o que é correto e o que é errado no mundo das carnes para fazer um bom churrasco.

Para fazer um bom churrasco, comprar uma boa carne é essencial.
Compre as carnes em um açougue de confiança.
Uma picanha, por exemplo, dificilmente possui mais de 1,1 kg.
Se a peça vendida é mais pesada do que isso, provavelmente traz uma parte de coxão duro.

Não exagere no sal.
Se puder, use sal grosso em pedras maiores para pedaços grandes e sal grosso em pedacinhos menores para peças menores.
Você pode moê-lo no liquidificador, por exemplo.
Dica: em um prato, coloque um punhado de sal e acomode a carne, jogando mais um punhado de sal sobre ela.
Deixe-a próxima ao calor da brasa por uns quatro minutos.
Antes de grelhá-la ou assá-la, elimine o excesso com as mãos.

O carvão também tem sua importância.
Dê preferência aos de acácia negra, que têm maior poder calorífico.

Não confunda graxa com gordura.
Não retire a gordura do corte antes do preparo, pois isso prejudica a suculência e o sabor.
A gordura pode ser removida depois, no prato.

Ao cortar uma carne é importante visualizar o sentido em que correm as fibras.
O correto é posicionar a faca em um ângulo de 90 graus contra as fibras.
Desta maneira, deixamos o trabalho mais difícil, que é cortar os feixes musculares, para a faca, sendo que nossos dentes somente terão que separá-los.

Grelhar ou assar?
Se ficar a 15 cm da brasa, a carne será selada ou grelhada.
Essa é altura ideal para peças menores.
Para assar, é recomendado para as alturas de 40 cm (para pedaços médios) e 60 cm (grandes).

Os convidados chegaram?
Comece assando a costela suína, acomodando-a a 40 cm da brasa e no fundo da grelha, onde o calor é mais intenso.
Essa também a hora das assar as linguiças (na mesma altura mencionada).
Atenção: nunca fure-as com um garfo, pois elas perderão líquido e, consequentemente, ficarão secas, sem suculência.

Vire as carnes apenas uma vez.
Espere que o sangue comece a aparecer em maior quantidade na parte superior e, então, inverta o lado com a ajuda de um pegador.
Evite furar a peça.

Gosta de filé mignon?
Ele é bom, sim, para churrascos, mas precisa de um cuidado diferenciado.
Essa carne, mais sensível, precisa de um calor forte.
Coloque a mão a 15 cm da brasa e tente contar até quatro.
Essa é a intensidade recomendada para esse corte (para todos os outros tipos de carne, o ideal é fazer o mesmo procedimento, mas a contagem deve ser até cinco).

Cortes
Se pretende fazer uma carne de corte alto bem passada, mantenha a 60 cm da brasa, para essa finalidade (carne bem passada), prefira cortes finos.

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades