Dicas para o sucesso

Executivos de gigantes da tecnologia dão suas dicas para o sucesso

O que é preciso para ser um empreendedor de sucesso na internet?

Como criar, do zero, uma marca digital global como Instagram, Kickstarter ou Wikipedia?

A melhor forma de descobrir pode ser perguntar aos fundadores dessas empresas.

Alguns deles compartilham dicas sobre o progresso de suas companhias e sobre traços de sua personalidade e dos ambientes de trabalho que ajudaram a impulsionar seus negócios.

Executivos,sucesso,dicas,gigantes,tecnologia,empreendedor,internet,digital,global,empresas,negócios,rápido,mercado,trabalho,mundo,projeto,startup 1

1ª dica

É comum ouvir de empreendedores da internet o conselho contra intuitivo para fracassar: “fracasse rápido”, “fracasse sempre”, “fracasse melhor”.
Jimmy Wales, cofundador da enciclopédia online Wikipedia, acredita de fato nisso.

“A primeira versão da Wikipedia chamava-se Nupedia”, relembra Wales. “Era muito hierarquizada e estruturada”, reconhece.

“Bati a cabeça na parede por dois anos, sabia que o sistema era complicado, mas não queria fracassar.”
Não invista todo seu dinheiro em apenas uma coisa – é o conselho que ele dá agora.

“Dê a você mesmo uma oportunidade para reiniciar.”
Antes de a Wikipedia decolar, Wales se envolveu em várias empreitadas malsucedidas na internet.

Marcus Gibson, editor do índice Gibson, que monitora pequenos negócios no Reino Unido, afirma: “Empresas americanas são mais rápidas do que as britânicas para reconhecer quando chegaram ao fim da linha, ainda que seja porque seus investidores são mais práticos”.
“Fundadores podem chegar pela manhã e encontrar as fechaduras do escritório trocadas à noite pelo investidor principal.”

Executivos,sucesso,dicas,gigantes,tecnologia,empreendedor,internet,digital,global,empresas,negócios,rápido,mercado,trabalho,mundo,projeto,startup 3

2ª dica

Outro executivo de ponta aconselha os empreendedores iniciantes a desafiar os críticos.
“Você irá encontrar um monte de investidores dizendo: ‘Você precisa pensar no mercado'”, diz Nicolas Brusson, da BlaBlaCar, uma das principais companhias online da França.
“Seu mercado não existe. Você irá criá-lo”, diz Nicolas Brusson, da BlaBlaCar.
“Mas se você fizer algo realmente novo, seu mercado não existirá ainda, e você irá criar seu próprio mercado.”
BlaBlaCar permite aos usuários pagar para usar assentos vazios em carros particulares.
A empresa desafiou os críticos ao criar um novo mercado para a carona virtual na emergente economia do compartilhamento.

3ª dica

“Criatividade e integridade são tudo”, diz Yancey Strickler, executivo-chefe e cofundador da plataforma de financiamento coletivo Kickstarter.
“Procure uma solução da qual se orgulhe, que seja boa e moralmente correta.”

Esse tipo de idealismo – alguns diriam devoção piedosa – se tornou a marca registrada de muitas empresas de internet, sobretudo nos EUA.
Você deve se orgulhar de seu projeto, sugere Yancey Strickler, do Kickstarter.

“Não faça o mal”, era o famoso mantra do Google no começo da empresa, e Mark Zuckerberg diz que a missão maior do Facebook é “conectar o mundo”.

Mas o empreendedor do Vale do Silício Harper Reed, que vendeu sua empresa de pagamentos online Modest para o PayPal, diz ter pouco tempo para apelos morais em negócios online. “Não sei se cliques em anúncios publicitários são morais.”
No entanto, ele diz se identificar com o apelo por “integridade” de Strickler.

“É uma coisa de paixão”, ele diz. “Para estar parado e poder dizer: ‘Posso fazer isso melhor’, é preciso um nível de paixão que você não tem em um negócio normal.”

4ª dica

Um grupo de estudantes pálidos encarando laptops com um monte de caixas vazias de pizza ao lado.
Essa pode ser a sua imagem de uma startup do Vale do Silício, graças ao filme A Rede Social (2010).
Mas o cofundador do Instagram Mike Krieger alerta para o perigo da obsessão pelo trabalho em detrimento da saúde.

“Chegamos perto de nos destruir nos primeiros dias”, ele lembra.
“Duas horas a mais de trabalho, entre a 12ª e a 14ª hora de expediente, dão retornos cada vez menores”, reconhece.
“Tome tempo para você, para se exercitar. Parece banal mas pode fazer uma grande diferença.”

Executivos,sucesso,dicas,gigantes,tecnologia,empreendedor,internet,digital,global,empresas,negócios,rápido,mercado,trabalho,mundo,projeto,startup 2

5ª dica

O fundador do Tinder, Sean Rad, não dá muita importância aos sócios, já que os primeiros momentos da empresa foram marcados por conflitos pessoais.
“O trabalho pode ser esmagador”, diz ele, que desenvolveu uma estratégia numérica para lidar com a pressão.
“É muito importante identificar as três coisas mais importantes que você precisa alcançar, para ter 80% dos resultados.”

6ª dica

Saber contar histórias
Esses pioneiros da “corrida do ouro” da internet realmente são uma raça diferenciada de empreendedor?
Shellye Archambeau, da MetricStream, uma companhia de software do Vale do Silício, diz que há um fator importante a considerar.

“Se começar (sua empresa) agora, você pode ser global”, afirma.

Não apenas o alcance da internet permite pensar em uma escala global desde o início, mas também afeta como você encontra seus clientes.

“Nos velhos tempos, se um consumidor encontrava um ótimo produto, ele poderia contar isso a umas cinco pessoas”, diz Jimmy Wales. “Mas hoje pode compartilhar isso com 300 pessoas no Facebook. Então contar uma história é a chave.”

Em suma: o chefe de uma empresa moderna de internet precisa se um bom contador de histórias e um líder apaixonado.
Alguém que possa engajar usuários de mídia social pelo mundo.

Executivos,sucesso,dicas,gigantes,tecnologia,empreendedor,internet,digital,global,empresas,negócios,rápido,mercado,trabalho,mundo,projeto,startup 4

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades