Emagrecer – O que é o Kombucha

Kombucha

O chá milenar que promete emagrecer e dar energia!

Kombucha o chá que contém bactérias do bem.

Já ouviu falar do chá de Kombucha ou Kombutchá?

Com propriedades para melhorar o sistema imunológico, regularizar as funções do intestino, aumentar a energia e até mesmo emagrecer, essa bebida chinesa milenar está ganhando adeptos no Brasil. Basta clicar o nome na internet.
Inúmeras páginas nas redes sociais e sites oferecem de dão aulas de como preparar o produto.

Kombucha – três copos do chá por dia

A apresentação do Kombucha é tão estranha como seu nome.
Trata-se de uma bebida artesanal, levemente gaseificada, que surge da fermentação do chá preto adoçado com açúcar.
O líquido resultante é uma combinação de micro-organismos (leveduras e bactérias), benéficos à saúde.
Os adeptos consomem de dois a três copos do chá por dia e afirmam sentir melhoras na saúde como um todo.

Para produzir o Kombucha é preciso cultivar um scoby (uma cultura viva, de aspecto gelatinoso, parecida com uma massa de panqueca, composta por bactérias e leveduras) junto a 10% do chá da safra anterior.
Esse scoby é adicionado a um recipiente de vidro com aproximadamente três litros de chá preto com açúcar em temperatura ambiente, coberto com um pano limpo para que ele possa respirar e se reproduzir.
Ao fim de dez dias, em média, o scoby resulta em um “filhote” e a bebida finalmente está pronta para o consumo, mas antes deve ser coada.

Riscos e benefícios

Os principais micro-organismos presentes no chá de Kombucha são:
• Acetobacter xylinum
• Acetobacter xylinoides
• Acetobacter ketogenum
• Saceharomycodes ludwigii
• Saccharomycodes apiculatus
• Schizosaccharomyces pombe
• Zygosaccharomyces
• Saccharomyces cerevisiae

Um laudo técnico realizado pelo Laboratório Aqualab, de Porto Alegre, atesta a qualidade do Kombucha e afirma que o produto está livre de bactérias patogênicas causadoras de gastroenterites, sendo próprio para o consumo.

Anvisa
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informa que o chá de Kombucha pode ser comercializado no Brasil, mas que não há alegações sobre os benefícios à saúde autorizadas para esse produto.
Ainda segundo a agência, os chás são alimentos dispensados de registro e, por serem alimentos, não podem indicar propriedades terapêuticas ou medicamentosas.

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades