Jim Morrison o poeta, escritor, compositor, bêbado e drogado

Jim nasceu James Douglas Morrison, em 8 de dezembro de 1943 em Melbourne, na Flórida (EUA).
Era apaixonado por literatura a ponto de passar fome para comprar livros, e ficou fascinado por “On the Road”, o clássico “beatnik” de Jack Kerouac, especialmente pelo personagem Dean Moriarty.

Jim Morrison foi poeta, escritor, compositor

Seu legado, entretanto, é sua performance como vocalista da banda The Doors, composta também por Ray Manzarek, Robby Krieger e John Densmore

Jim Morrison tinha QI de 149 e, no colégio, alcançava média muito superior à nacional americana em gramática e matemática.
Mas ele se dedicava minimamente aos estudos; estava mais interessado nos existencialistas franceses e escritores “beat“.

Entre várias histórias acerca do começo da banda, conta-se que Manzarek e Morrison conheceram-se na Universidade da Califórnia, no curso de cinema, após uma aula em que Ray foi censurado por aparecer completamente nu, em um curta-metragem.

Ray, que tocava na banda Rick and The Ravens, depois de ter ouvido Morrison, o convidou para tapar um buraco, pois tinha cinco músicos para uma apresentação, e no contrato constavam seis.

Morrison e Manzarek decidiram formar uma nova banda cujo nome foi retirado do livro “The Doors of Perception” (As Portas da Percepção), de Aldous Huxley.
Após anos juntos, Jim Morrison, que sempre fora tímido e que se apresentava cada vez mais bêbado e drogado, queria sair da estrada.
O último show que fez com a grupo foi em 12 de dezembro, em Nova Iorque (EUA).

Depois de enfrentar problemas com a polícia por ter baixado as calças num show em Miami, Jim refugiou-se em Paris com Pamela.
Moravam no Marais, num apartamento de 3.000 francos por mês.
Inspirado em Ernest Hemingway, ele queria voltar a escrever na capital francesa.

O cantor conheceu a namorada, Pamela Courson, antes do estrelato e, apesar das diversas amantes, referia-se a ela como sua “companheira cósmica“.
Pam também traía Jim Morrison freqüentemente e um de seus casos, o ator Tom Baker, tempos depois, virou amigo de Jim

As brigas entre Jim Morrison e Pamela Courson eram homéricas.
Após uma delas, ela rabiscou com batom, no espelho do banheiro: “Alguns símbolos sexuais não conseguem sequer levantar o sexo

A banda lançaria “L.A. Woman” em abril de 1971, quando Jim Morrison embarcou para a França com a namorada Pamela Courson um pouco antes do disco sair.

Vítima da maldição dos 27 anos, Jim Morrison, morreu no dia 3 de julho de 1971, em Paris.
Morreu em uma banheira, sozinho.
O acontecido só foi noticiado à imprensa seis dias depois.
Foi enterrado no cemitério de Père Lachaise, em Paris, na França

Ele estava numa banheira com os braços para fora, apoiados nas laterais.
Cabelo molhado e cabeça jogada para trás.
A primeira a ver a cena foi Pamela Courson, uando a encontrou, Jim Morrison já não tinha vida

Há quem duvide de sua morte, oficialmente por ataque do coração.
Para alguns, o cantor fugiu para a África, com a ajuda de Pamela, a única pessoa que viu seu corpo.
Jim admirava Arthur Rimbaud, o poeta francês que largou tudo para vender armas no continente.
Também há quem diga que ele simulou a morte para viver incógnito ou que ele foi assassinado.

O fotógrafo Henry Diltz, que acompanhou a carreira da banda The Doors, conta que Jim Morrison silenciava a multidão, pois sua voz, “tinha um efeito hipnótico que fascinava”.

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades