Pele aos 40 como cuidar

A quarta década de vida tem seus créditos, a acne diminui, assim como os problemas hormonais de pigmentação dos anos anteriores, mas há os débitos e pra eles não precisa pesar a mão no botox ou investir uma fortuna em tratamentos caríssimos, existem outras formas de manter a pele bonita e jovial.

Os 40 hoje são os novos 30

As pessoas têm mais informação, acesso aos melhores produtos do mercado e não necessariamente custam uma fortuna, aprendem dicas caseiras para dar aquele up no visual e, principalmente, estão mais ligadas na importância de se cuidarem, não só pela estética.

O foco nessa fase é a secura e a insensibilidade da pele, além do aumento das linhas de expressão.
Claro, muitos tratamentos com aparelhos modernos podem ajudar muito.
No entanto, você também pode dar uma mãozinha em casa.

Esfolie sim, mas com cuidado
A partir dos 25 anos, as pessoas perdem 1% de colágeno e elastina a cada aniversário.
Aos 40, você vai começar a perceber esse efeito.
Células de pele morta são mais lentas para se desfazer e a acumulação pode contribuir para o ressecamento, dupla tonalidade e até acentuação de manchas e rugas existentes.

A dica é fazer uma esfoliação leve pelo menos uma vez por semana para conseguir um efeito mais macio e radiante.
Certifique-se de contrabalançar maior frequência com menos potência.
Se começar a sentir que está irritando a pele, pare e enxague.

Colágeno
Aumente seu arsenal antienvelhecimento para incluir não apenas retinoides e péptidos embora ainda sejam muito cruciais, mas também fatores de crescimento e células-tronco.

Muitas pessoas, lutando contra a pele seca, não podem usar retinoides frequentemente, como já fizeram um dia, mas, agora, elas precisam mais do que nunca do aumento de colágeno. Nesse ponto, os ativos suplementares são essenciais: enquanto reparam e reabastecem a derme por diferentes meios, tanto as células-tronco como os fatores de crescimento podem promover a volta celular e reduzir linhas finas e rugas.

Todos esses ingredientes funcionam melhor juntos.

À noite, use um retinoide mais suave e mais emoliente, com a frequência que a pele tolerar. Mesmo se você tiver a tez sensível, nessa idade, as prescrições são realmente necessárias pelo menos duas vezes por semana.
Elas também ajudarão a limpar qualquer acne hormonal relacionada à perimenopausa, a qual pode se esgueirar mais no final dos 40 anos.

Antioxidante e protetor solar, sempre
Não, ainda não cansamos de te falar da importância do protetor.
Aos 40, você precisa entender como os antioxidantes e o filtro solar são essenciais para proteger o colágeno, afastar as manchas e os cânceres de pele.

Produtos de longa data podem não ter a consistência certa para sua pele em constante evolução.
Jogue fora todos os itens “oil-free” e compre versões mais grossas e mais cremosas, com adição de hidratantes e anti-idade.

Creme para a área dos olhos
Nessa faixa etária, muitas pessoas começam a perceber suas pálpebras mais “elásticas” do que costumavam ser.
Sabe aquela caidinha na hora de passar a sombra, por exemplo?
A área entre os olhos e a sobrancelha começa a ficar mais flácida e tende a dar uma declinada.

Se estiver passando por isso, então, está na hora de investir em um bom creme para a área dos olhos, com retinol ou retinaldeído, uma forma mais suave de vitamina A eles também ajudam a melhorar os “pés de galinha”.
Passe um pouco em qualquer lugar onde você pode sentir o osso da face, menos no globo ocular.
Se sentir sensibilidade, comece usando apenas uma ou duas vezes por semana.

Durma com máscara facial ou creme noturno
A gente sabe, você não tem o costume e não entende muito bem a funcionalidade de ficar parecendo uma fantasia de Halloween.
A intenção aqui não é assustar, mas te fazer acalmar e hidratar a pele, usando por cima dos seus produtos da noite um creme noturno ou uma máscara carregada com umectantes (glicerina, ácido hialurônico), óleos naturais, antioxidantes (igualmente importantes de dia e de noite) e ceramidas.

Aposte no sérum hidratante
As moléculas de captura de umidade na sua derme, assim como o ácido hialurônico, começam a diminuir na casa dos 40.
Esses umectantes decrescentes desencadeiam a desidratação, enquanto também nos predispõem à perda de volume, criando uma reação em colapso ou flacidez na pele.

Para ajudar a preencher e reidratar, comece a substituir o que foi perdido com um sérum de ácido hialurônico.

Postado: 11 meses / Visualizado: 96

Combustível,
mês passado
gastou quanto?