Saiba como escolher a fila mais rápida

Alguns especialistas descobriram, através de cálculos e análises comportamentais, como escolher a fila mais rápida.

Robert Samuel, fundador da Same Ole Line Dudes, serviço de Nova York que oferece ficar na fila por você, diz que a maioria das pessoas são destras, com isso tendem ir para a direita.
Assim, a solução é escolher as filas da esquerda.

Dan Meyer, chefe acadêmico da Desmos, uma plataforma online de matemática e cálculos gráficos, sugere que uma das soluções é escolher a fila que tenha o cliente com mais itens, mas com menos clientes.

Isso pode parecer contra intuitivo, mas ele explica que, em uma pesquisa que fez, descobriu que cada pessoa demora, em média, 41 segundos para dar oi, pagar e dizer tchau, e cada item leva 3 segundos para ser computado no caixa.

Se uma pessoa tiver 100 itens, ela demoraria, na média 6 minutos no total, já se 4 pessoas tiverem 20 itens, totaliza quase 7 minutos.
Isso significa que entrar na fila com várias pessoas que tenham poucos itens cada pode ser a escolha errada.

Outro fator que faz diferença é o perfil das pessoas que estão nas filas e nos caixas. A.J. Marsden, professor de serviços humanos e psicologia, na Faculdade de Beacon, nos Estados Unidos, diz que as pessoas mais velhas tendem a demorar mais, porque têm mais dificuldades, como não entender como o cartão de débito funciona, por exemplo.
Outra dica que ele dá: se o funcionário conversa bastante, tente evitar esse caixa. “A não ser que não tenha ninguém nessa fila, nesse caso vá com esse caixa”, explica.

Além disso, também deve ser levado em conta o que as pessoas estão comprando. Se alguém leva seis itens do mesmo produto, é mais rápido do que seis itens diferentes.

Os tipos de filas
Os especialistas também dizem que a estrutura da fila também conta. Aquele modelo, mais recorrente em bancos, por exemplo, de uma única fila para vários caixas é 3 vezes mais rápida do que uma fila para cada um. Isso acontece porque elimina a opção de escolha e, assim, a pessoa fica mais tranquila sem se preocupar se fez a escolha certa ou não.
Apesar disso, a maioria das pessoas ainda escolheriam as filas paralelas. Mesmo que na maioria das vezes elas estejam escolhendo a fila mais lenta”, ressalta o professor Marsden.

Já as filas que têm obstruções, como uma pilastra ou prateleiras, que bloqueiam a visão do caixa sobre os clientes, por exemplo, tornam a fila mais lenta.
Um estudo feito pelo professor Niederhoff e Masha Shunko, da Universidade de Washington, e Yaroslav Rosokha, da Universidade Purdue, descobriram que esses bloqueios não deixam o funcionário do caixa ter um feedback de como está indo o trabalho dele e consequentemente como está o tamanho das filas.

O que pode ser feito para o serviço ser mais rápido
O fundador da Same Ole Line Dudes recomenda:

– Sempre deixe os códigos de barra na direção do funcionário do caixa
– Se estiver comprando roupas, remova os cabides e deixe para fora as etiquetas
– De estiver com mais pessoas, dividam os produtos entre si para utilizar as filas de poucos itens

Apesar de tudo isso, uma pesquisa descobriu que em grande parte a demora em uma fila está na “cabeça” de cada um. Uma pesquisa descobriu que 36% das pessoas superestimam o tempo que ficam nas filas.

O estudo feito pelo professor Ziv Carmon, da Faculdade Insead de Negócios e pela professora Daniela Kahneman, da Universidade de Princeton, descobriu que os clientes estão mais preocupados com o tamanho da fila do que quão rápidas elas são.

Se você der a opção entre uma fila curta e lenta e uma rápida e longa, as pessoas escolhem, normalmente, a mais curta mesmo se o tempo de espera é quase idêntico”, explicam os professores.
Via: Globo

Próximo Post

Anterior Post



Top 50


iEXE




9dades
       Copyright 2000-2015 - 9dades